Tipos de sutura que todo médico deve conhecer

Todo médico deve estar bem preparado para encarar vários tipos de situações, inclusive cortes — seja por acidente seja por procedimento cirúrgico. Estes precisam ser limpos, tratados e “costurados”. Sutura é o termo correto. 

Mas se engana quem pensa que é apenas pegar agulha e linha e mandar ver. Nada disso. Há a escolha de fio adequado que se baseia no local do ferimento, extensão e área de exposição, tipo de agulha e tipo de sutura. 

Há, inclusive, vários tipos de sutura — dependendo do tipo de ferimento é o tipo de sutura que o médico fará. Para abordar mais sobre esse tema, criamos um artigo. Continue a leitura!

Tipos de suturas, objetivos, tipos de pontos e muito mais!

A sutura é um dos muitos procedimentos que o estudante de Medicina precisa aprender. 

Quem é leigo, jamais imagina os tipos existentes, assim como o tipo de fio e outros materiais usados em casos específicos. 

Há, inclusive, a possibilidade de graduandos, recém-formados ou médicos já atuantes que querem aperfeiçoar a técnica, fazer um curso de sutura

Agora, vamos a um resumo sobre tópicos importantes a respeito desse tema. 

Objetivo da sutura

Por que as suturas são feitas? Há quatro motivos:

  1. para evitar que a ferida infeccione;
  2. para promover a hemostasia (resposta do corpo que previne e interrompe sangramentos);
  3. para diminuir o tempo de cicatrização do ferimento;
  4. para um resultado estético positivo.

É preciso suturar sempre?

Há casos em que não deve ser feita a sutura. Conheça alguns:

  • em casos de mordidas de animais;
  • quando se trata de perfurações profundas;
  • em feridas infectadas;
  • em feridas em sangramento (não sem antes controlá-lo);
  • em casos em que seja preciso estender muito o tecido. 

Materiais usados para suturar

Veja quais são os instrumentos utilizados em suturas:

  • pinças de dissecção;
  • agulhas;
  • porta-agulhas;
  • fios cirúrgicos.

Os tipos de sutura

A sutura pode ser contínua ou descontínua:

  • na descontínua, que é considerada bastante segura, os fios são fixados separadamente, assim, caso um ponto rompa, não compromete toda a sutura;
  • na contínua, não há interrupções, o fio vai do início ao fim do corte. Ao contrário da anterior, neste caso, se ocorrer o rompimento de um ponto, todo o restante pode ficar comprometido. 

Cada tipo de sutura tem tipos de pontos, cuja opção varia conforme e necessidade/tipo de ferimento. Veja:

  • pontos descontínuos:
    • simples;
    • simples invertido;
    • Donatti ou U vertical;
    • Colchoeiro ou U horizonal;
    • ponto em X.
  • pontos contínuos:
    • chuleio simples;
    • chuleio ancorado;
    • sutura intradérmica. 

Como aprender ou aperfeiçoar as técnicas de sutura

A EME Doctors tem um dos melhores cursos para quem quer desenvolver ou aprimorar as práticas de sutura: o Curso de Sutura e Retalhos. 

Neste curso você:

  • aprende as principais técnicas de sutura;
  • aprende os principais retalhos cutâneos; 
  • aprende a anatomia dos retalhos locais e a distância para fechamento de defeitos da face; 
  • conhece os principais fios cirúrgicos;
  • aprende a manusear o instrumental cirúrgico.

Caso queira mais informações sobre turmas, horários etc., entre em contato conosco!

Até o próximo post!